Hot Dog Clássico (Cachorro-Quente)


E continuando nas receitinhas rápidas e saborosas!! Venho com uma receita do dia a dia, da pressa, da correria e de uma reunião rápida com os amigos! O famoso, ordinário, espetacular e irresistível Cachorro-Quente ou Hot-Dog e, para os mais íntimos, só Doguinho!! hehehe

Existem milhares de receita para o Hot-dog... Mas há aquela receitinha básica que apesar de simples é deliciosa, porque hot-dog é bom demais!! hehe

Bom, o que é mais engraçado foi procurar a origem dessa receita... e o que encontrei no wikipedia foi que existem três teorias sobre o surgimento desse peculiar sanduíche:

1) A mais conhecida é a de um açougueiro de Frankfurt, na Alemanha. Em 1852, ele resolveu batizar as salsichas que fabricava com o nome de seu cachorro dachshund.

2) Um imigrante alemão, Charles Feltman, levou essa salsicha para os Estados Unidos em 1880. Lá, criou um sanduíche quente com pão, salsicha e molhos.

3) Em 1904, na cidade de Saint Louis, nos Estados Unidos, um vendedor de salsicha quente criou uma maneira dos seus fregueses não queimarem a mão. A quem comprasse suas salsichas, ele oferecia luva de algodão limpíssima. Só que os clientes se esqueciam de devolvê-las e ele acabava tendo prejuízo. Seu cunhado, que era padeiro, sugeriu que o salsicheiro pusesse as luvas de lado e começasse a usar pão.

E no Brasil, por volta de 1926, o empresário Francisco Serrador, que idealizou a famosa Cinelândia, no centro da cidade do Rio de Janeiro, lança o cachorro-quente em seus cinemas. A novidade inspirou Lamartine Babo e Ary Barroso, a criarem em 1928, a marchinha de carnaval "Cachorro-Quente".

" Comer
Cachorro quente lá no bar
Por certo a moda vai pegar
Por não ser vulgar...
Comer
Vai toda a gente ao "quarteirão"
Pois há lingüiça em profusão
Pra comer com pão...

Que bom lamber...
Trincar... Comer...
Um cachorrinho tentador
No "Quarteirão do Serrador"

Comer
É bem melhor do que beber,
Pois dá sustância e faz crescer
Todo e qualquer ser...

Comer
É verbo bom de conjugar
Quando queremos conquistar
Um "pirão" no bar..."
Compositor: Lamartine Babo E Ari Barroso

E a partir de 1945, depois da Segunda Guerra Mundial, quando o Brasil passou a sofrer grande influência da cultura americana, o cachorro-quente conquistou definitivamente espaço nesse país.

Bom... Então, vamos a receita... Porque já estou ficando com a maior fome! rs


Tempo de Preparação
Tempo de Cozimento
Tempo Total
Dificuldade (0~10)
Rendimento & Custo
10 min
30 min
40 min
1
6 porções
$
Cachorro-Quente (Hot-Dog) Clássico
INGREDIENTES
6 unidades de Salsicha de Hot-Dog
6 unidades de Pão de Hot-Dog
6 dentes de Alho
1 unidade de Cebola
1 lata de Molho de Tomate
1 unidade de Pimentão Verde
Sal
Pimenta do Reino em pó
Óleo de Soja
Água
MODO DE PREPARO
a) Em uma panela, picar a cebola e o alho. E refogar com um pouco de óleo de soja.
b) Cortar o pimentão em rodelas e adicionar. Deixar cozinhar por 3 minutos.
c) Adicionar o molho de tomate, um copo de água (300 mL), sal e pimenta a gosto.
d) Adicionar as salsichas e deixar cozinhar por 15 minutos ou até que as salsichas fiquem cozidas.
e) Ajustar o sal e a quantidade de molho. Caso necessário, adicionar mais água.
f) Cortar o pão ao meio no comprimento. Colocar no meio e sobre o pão, uma salshicha e um pouco do molho sobre ele.
g) Servir quente.

By Max Minato @MaxGastronomy.blogspot.com


Espero que tenham gostado e até a próxima receita!! Um grande abraço a todos.



1 comentários:

  1. Gostei, simples e pratico. Vou fazer amanhã a noite em uma reunião religiosa que acontece com os jovens da igreja, eles vão se lambuzar rsrs '

    ResponderExcluir

O que vocês acharam desta receita?? Todos os comentários são bem-vindos!!

e também por email

Digite seu email a seguir :

Biblioteca de Receitas