Tipo de Copos e Taças




O COPO CERTO PARA AQUELE MOMENTO EXATO

Quem nunca se deparou com essa situação, um jantar com amigos, um encontro romântico, um jantar em família ou mesmo em um restaurante chique...Assim como existem talheres para todas as situações, não poderia ser diferente com os copos (às vezes, chamado de taça para os copos com haste)... Apesar da questão parecer inofensiva e tão simples, nem todos tem certeza em suas escolhas dentre tantos formatos que assustam qualquer pessoa.

Com a crescente tendência do "apreciar a vida", constantemente, as pessoas tem tido interesse por vinhos, queijos, comida... gastronomia em geral... Começa a criar uma pequena adega, só esperando aquele momento certo para degustá-los... E ai quando vai abrir a primeira... PaNNN!! Qual copo e/ou taça vou usar? E vem logo a resposta desesperadora... NÃO SEI! L

Então, você vai no supermercado e vai tentar comprar um... Aí também vem a surpresa... nem eles sabem!! Hehehe Todos acham que os copos arredondados são copos de vinho e ponto, mas não é bem assim... rs

Com isso, você tentar pesquisar ou arriscar comprado um "bonitinho"... Se tem algo que deveria importar nesse caso com certeza não deveria ser a aparência. Já que os copos tem seus propósitos e existem desde as mais baixinhas e bojudas para as mais altas e esguias, cada uma tendo uma função diferente. Portanto, não é simplesmente uma questão de escolher a mais bonita e/ou estilosa, mas a mais apropriada. Porém, como são variadas as taças encontradas a venda, algumas bem exóticas e outras nem tanto, mas existem algumas que são comumente utilizadas.


Um copo e/ou taça tem no mínimo as seguintes partes:


Primeiramente, vamos as perguntas que importam na hora de escolher o copo:
1) Qual o melhor formato dos copos? Isso tem importância?
R: Sim, o formato tem um influência na sensação do contato dos lábios com o copo, e isso parece acentuar o sabor das bebidas, além de controlar a temperatura e o fulgor em determinados casos.

2) Longo ou curto? Com ou sem haste? Bojo pequeno ou grande?
R: Felizmente, nada é por acaso. Quanto maior a haste e/ou a espessura da base, maior será o controle de temperatura.

3) Básico ou enfeitado ?
R: Tanto faz, a estética não possui influencia direta e comprovada no acentuamento do sabor e/ou manter características das bebidas. Porém, temos que concordar que "O visual é tudo" resumi o que a apresentação causa, seja na hora de servir água ou aquele champanhe de $1.000.000... rsrs

Até parace que nunca niguém tomou café, suco, água ou até mesmo bebidas mais finas, como vinho e champanhe, em um copo recém terminado de "requeijão" e/ou "molho de tomate", mas como está sendo descrito... Copo não é tudo igual! Cada um serve para um tipo específico de bebida, para que ela possa ser apreciada de forma adequada. E com certeza saber servir em copo correto não é meramente uma frescura. :P

Afinal, existe muita diferença em tomar um champanhe em um copo de requeijão e numa taça flûte de crista, né?

Bom, depois dessas minhas observações e divagações, vamos aos principais tipos de copos e suas respectivas utilidades. Rsrs Para facilitar eu dividi em 2 (duas) categorias: Com e Sem Haste.

SEM HASTE


Copos de whisky
São copos usados não só para servir whisky mas outras bebidas com gelo. Usualmente são copos baixos, redondos ou quadrados









Copos Long Drink ou Collins ou HighTall
São copos altos (Collins ou tall) alto e estreito, deve ser o escolhido para servir bebidas com gelo, bem como aquelas que combinam duas bebidas diferentes (ex: gin tônico ou vodca) e também  para servir refrigerantes, bebidas com licor e sumos exóticos. O fato de o copo ser alto serve para manter o gás do refrigerante durante mais tempo na bebida. Existe também uma variante dos copos long drink que são ainda mais altos estreitos sendo usualmente gelados antes de ser colocada a bebida lá dentro. 


Copos de vodka ou steinhäger
É um copo semelhante ao copo do shot porém um pouco mais alongado. É tradicionalmente usado para servir bebidas destiladas geladas, mas sem gelo; também pode ser usado para tequila pura e outras bebidas.






Canecas para irish coffee
São ótimas não só para o irish cofee mas também para bebidas alcoólicas quentes como cacau com brandy.









Copo de shot (Shot Drink)
Com o copinho fino, com base grossa, evita que o calor das mãos esquente a bebida. Este copo serve bebidas sem gelo e geralmente puras como a Aquavit, próprio para bebidas puras, sem gelo, é como se fosse uma dose tem capacidade entre 40 a 60 ml. Serve também para fazer medições das bebidas para elaborar os coquetéis. O seu similar brasileiro é o copo de pinga e engana-se quem pensa que o shot drink é próprio para a tequila, o destilado de agave tem seu copo próprio chamado “Cabalito”.




Thumbler
Pode vir em diversos tamanhos, sua borda larga permite drinques volumosos com gelo e decoração.









Copo Old Fashioned.
Este é clássico para servir whisky e destilados com gelo. Geralmente baixo, arredondado e pesado, ótimo para o preparo de coquetéis ou whisky com gelo. Pode ser usado para drinks como caipirinhas e vários outros coktails, é um copo médio varia de 180 ml. a 250 ml.







Cerveja e chope
Copo de tamanho alongado, conhecido como tulipa. Esse formato favorece a formação de espuma e ajuda a manter a temperatura.











COM HASTE


Copos de champanhe/espumante tipo Flûte Estreito
Os copos de champanhe/espumante existem numa diversidade de estilos e tamanhos, esta é uma das taças que todo mundo sabe só de olhar e muito presente nos filmes, mas o estilo alto e fino da taça de champagne/espumante não é só por elegância. Sua principal função é preservar o perlage (as bolhas) e efervescência dos espumantes. A borda fina controla a quantidade que chega à boca e direciona perfeitamente os aromas para o nariz. A haste costuma ser longa para evitar o contato das mãos com o bojo (nossa mão é quente por natureza e facilmente esquentaria o vinho, comprometendo seus cheiros e sabores). Os copos de champanhe altos (flûte) são ideais para servir não só champanhe e/ou espumantes, pois preservam o gás do mesmo, mas também para servir cocktails de champanhe dentre outros gaseificados.

Copos de champanhe/espumante tipo Flûte Aberto
Com características semelhantes ao do tipo Flûte Estreito, oss copos de champanhe do tipo Flûte Aberto são ideais para servir não só champanhe e/ou espumantes, mas também para servir cocktails de champanhe dentre outros gaseificados. O seu formato faz com que a bebida flua rapidamente dando uma sensação de suavidade à bebida.








Copos de cocktail ou martíni
São copos muito elegantes, específicos para servir martínis ou cocktails com ou sem gelo. O facto de ter um pé alto serve para que se possa pegar no copo por esse mesmo pé evitando que a bebida aqueça. Este copo existe em diversos tamanhos: o mais pequeno serve para servir a bebida mais vezes mantendo-a mais fresca, o maior serve para servir uma maior quantidade de bebida requerendo mais gelo. É o campeão no preparo de drinks, concorrendo somente com o Old-fashioned.




Copos de Brandy ou Conhaque
Como o próprio nome já diz, é a taça ideal para conhaque, também usada para alguns tipos de licores e derivados de vinho (como o vermute). Seu bojo é grande, ajudando a "girar" e aerar a bebida. Por outro lado, a Boca é estreita, o que faz com que os aromas licorosos se intensifiquem e é útil para manter o álcool e o aroma dentro do copo, enquanto se vai apreciando a bebida. São copos de balão que também podem ser utilizados para beber whisky sem gelo ou aguardente velha. 



Copos tulipa, parfait ou cerveja
É um copo curvado e com um formato largamente arredondado. Com o corpo "bojudo", é ideal para bebidas cremosas, à base de creme de leite e leite condensado e por este motivo é o eleito para servir bebidas que contenham fruta e/ou gelados. Também é utilizado para servir cerveja: os copos de cerveja em tulipa são os mais tradicionais e os mais versáteis para os diversos tipos de cerveja.





Copos de porto ou vinho de sobremesa
É conhecida por este nome graças a um dos fortificados que mais se popularizou pelo mundo: o vinho do Porto. É mais fina porque essas variedades são consumidas em quantidades menores. A borda pequena segue o mesmo princípio do copo Brandy e serve para intensificar os aromas mais doces. Além disso, o fato de ir afinando a partir da base ajuda a controlar o fluxo da bebida, que segue diretamente para a ponta da língua, na parte que melhor percebe o doce. São usados para beber um pouco de porto ou de licor com a sobremesa. São copos de pequena estatura e podem ser utilizados para pequenos cocktails criativos como vodka com sal.



Copos de vinho tinto
Estes copos são aconselhados para servir vinho tinto (que são servidos idealmente entre 15ºC e 20ºC ) mais encorpado e rico em taninos como o Cabernet Sauvignon. A parte de baixo do copo redonda e a parte de cima alongada permitem ao vinho arejar e suavizar. Este copo permite que os taninos e ácidos se dissipem enquanto os taninos suaves e o aroma frutado do vinho permaneçam., Além disso, a haste longa serve para evitar o calor da mão e a boca mais estreita que o bojo ajuda a prender o aroma. Em geral, devem ser de borda finas transparente e sem lapidações para permitir análise visual do vinho.




Vinho branco
A taça é menor do que a de vinho tinto porque a bebida deve ser servida aos poucos, para não esquentar, o vinho branco são bebidos em temperaturas mais baixas, entre 6ºC e 10ºC, por isso a haste mais longa (que evita o contato com a mão) e o bojo bem menor (que diminui as trocas de calor e para conservar o aroma mais delicado do que o do vinho tinto). A boca estreita favorece a doçura e os sabores frutados, maiores trunfos dos vinhos brancos. É usada para servir, também, vinho rosé pelos mesmos motivos.





Copo de vinho Burgundy ou Pinot Noir
São copos para os vinhos mais leves e suaves. Estes vinhos, como o Pinot Noir, necessitam de desenvolver o seu aroma, que se dissipa muito rapidamente. Por isso o copo é mais estreito no fundo e depois termina a curvar para dentro, permitindo ao aroma das uvas mais jovens ficar dentro do copo e não desaparecer rapidamente.







Copos Montrachet
São os copos adequados para um vinho branco mais encorpado como um Chardonnay. Estes copos mais abertos permitem que o ar entre e suavize a acidez dando ênfase ao aroma frutado.








Margarita ou Coupette
Com haste fina e boca larga é indicada para servir o coquetel típico mexicano. Na hora de servir esse drinque, costuma-se molhar a borda da taça com suco de limão e depois encostá-la em um prato com sal.








Sherry
É a taça ideal para os vinhos espanhóis jerez (também conhecidos como xeres ou sherry), os fortificados mais antigos do mundo. Seja doce ou seco, a tradição desde os tempos antigos é bebê-lo em taças pequenas de lados quase retos (não é preciso girar o jerez, basta deixa-lo seguir seu caminho até a boca uniformemente).






Borgonha
Com o bojo maior, geralmente redondo, tem o formato que muitos chamam de “balão”. Os vinhos da Borgonha costumam ser muito complexos, por isso precisam de oxigênio para liberar seus aromas. A borda bem aberta e a base larga aumentam a superfície de vinho que entra em contato com o ar. Além dos Pinot Noirs da região, a taça recebe bem os espanholíssimos tintos de Rioja e os mais clássicos italianos – Barbera, Amarone, Nebbiolo.





Bordeaux
É a maior e mais famosa taça de todas (um pouco mais magra que a Borgonha apenas). Muitos utilizam como curinga para vinhos tintos, pois eles se beneficiam de seu bojo largo e alto, que facilita a “giradinha” e a oxigenação de que as notas mais complexas dos tintos tanto precisam. A aba superior pode ser mais ou menos aberta – quanto menor for, mais se sentem os sabores frutados. É a melhor taça para beber as uvas que vêm de Bordeaux: Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Malbec, entre outras.





Copo ISO
É o copo de degustação (a sigla em inglês se refere à Organização Internacional de Padrões). É um copo curinga, funciona para todos os tipos de vinho. Bojo médio, aba média e haste média. Deixa a desejar apenas nos vinhos mais complexos – pode ser mais difícil notar suas notas.






E para atender a pedidos e agradecer ao meu caro amigo Fernando Leme que gentilmente me enviou uma coletãnea muito interessante sobre os Copos de Cerveja... Eis a belíssima imagem:

O Copo Certo para Cada Cerveja - Foto cedida por Fernando Leme.

Bom espero que tenham gostado deste artigo sobre Copos e Taças!! E vamos que vamos! E até a próxima rsrs


*************************************************************************************************************************************

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Valew! Meu amigo!! Graças a você!! rsrs

      Um Abração.

      Excluir
  2. Alguém sabe me dizer como chama esses copos (ou canecas, porque ja vi com haste) que parecem vidros de conserva, ou seja com rosca? Vejo em diversos blogs e sites de drinks.

    ResponderExcluir

O que vocês acharam desta receita?? Todos os comentários são bem-vindos!!

e também por email

Digite seu email a seguir :

Biblioteca de Receitas